George R.R. Martin divulga novos detalhes sobre a prequela de Game of Thrones

Hoje, em entrevista á Entertainment Weekly, George R.R. Martin divulgou cinco novos detalhes sobre a prequela de Game of Thrones, que temos vindo a identificar com o título “Bloodmoon“.

A prequela que começou a ser gravada oficialmente em maio  está a ser dirigida pela roteirista Jane Goldman. Podes ver algumas curiosidades que já noticiamos das gravações AQUI.

Agora, vamos às novidades que Martin divulgou.

  • Westeros está dividido em 100 Reinos:

“We talk about the Seven Kingdoms of Westeros; there were Seven Kingdoms at the time of Aegon’s Conquest,” Martin said. “But if you go back further then there are nine kingdoms, and 12 kingdoms, and eventually you get back to where there are a hundred kingdoms — petty kingdoms — and that’s the era we’re talking about here.”

Enquanto que no período em que decorre a história de GOT temos sete reinos em Westeros, serão 100 os (pequenos) reinos que constituem o continente no tempo em que se situará a prequela.

 

  • 2. Os Stark vão estar presentes:

“The Starks will definitely be there”

Além dos Stark, também podemos vir a ver mamutes e os já nossos conhecidos lobos gigantes.

 

  • 3. Nada de Lannisters:

“The Lannisters aren’t there yet, but Casterly Rock is certainly there … It’s actually occupied by the Casterlys — for whom it’s still named after in the time of Game of Thrones.”

Os Lannisters não vão estar presentes mas o Rochedo Casterly já estará lá. Recordamos que o rochedo pertenceu aos Casterly, sendo que só mais tarde se tornou a casa da família Lannister.

 

  • 4. Não há as ditas personagens principais, tal como em GOT:

“As you know for Game of Thrones, we never even nominated anybody for lead actress or lead actor [during awards season] until recently; it was always for supporting [categories] because the show is such an ensemble. I think that will be true for this show too. We don’t have leads so much as a large ensemble cast.”

Apesar das notícias terem destaco grandes nomes como Naomi Watts, Naomi Ackie e Denise Gough, a verdade é que não haverá nesta série personagens com papeis de grande destaque face às outras. Segue assim a linha de Game of Thrones que nunca focou a sua história num só personagem, tendo-se dividido em vários focos em simultâneo ao longo das temporadas.

  • 5. O título da trama ainda não está oficializado:

“I heard a suggestion that it could be called The Longest Night, which is a variant I wouldn’t mind,” he said. “That would be pretty good.”

Martin referiu ainda que não há um título definido para a série. Ele já chegou a sugerir “The Long Night” e refere nesta entrevista que já ouviu uma sugestão para o título que seria “The Longest Night”. Ele diz que são títulos que o agradam.

Por aqui no Westeros PT vamos continuar a referir a série pelo título Bloodmoon para não criar confusão junto dos nossos leitores, até que um título definitivo seja divulgado oficialmente.


Fontes: EW | Watchers on the Wall

About Jon

Nascido entre o Gelo e o Fogo, descendente de duas das grandes casas de Westeros, Targaryen e Stark. Um apaixonado por este mundo que nos seus tempos livres dedica-se a fazer aquilo de que mais gosta, descobrir e dar a conhecer mais sobre este mundo.